Amanheceu, Peguei a Viola Renato Teixeira

Amanheceu, Peguei a Viola

Renato Teixeira

 

Amanheceu, peguei a viola
Botei na sacola e fui viajar
Amanheceu, peguei a viola
Botei na sacola e fui viajar

Sou cantador e tudo nesse mundo
Vale pra que eu cante e possa praticar
A minha arte sapateia as cordas
E esse povo gosta de me ouvir cantar

Amanheceu, peguei a viola
Botei na sacola e fui viajar
Amanheceu, peguei a viola
Botei na sacola e fui viajar

Ao meio dia eu tava em Mato Grosso
Do Sul ou do Norte, não sei explicar
Só sei dizer que foi de tardezinha
Eu já tava cantando em Belém do Pará

Amanheceu, peguei a viola
Botei na sacola e fui viajar
Amanheceu, peguei a viola
Botei na sacola e fui viajar

Em Porto Alegre um tal de coronel
Pediu que eu musicasse uns versos que ele fez
Para uma china, que pela poesia
Nem lá em Pequim se vê tanta altivez

Amanheceu, peguei a viola
Botei na sacola e fui viajar
Amanheceu, peguei a viola
Botei na sacola e fui viajar

Parei em Minas pra trocar as cordas
E segui direto para o Ceará
E no caminho eu fui pensando, é lindo
Essa grande aventura de poder cantar

Amanheceu, peguei a viola
Botei na sacola e fui viajar
Amanheceu, peguei a viola
Botei na sacola e fui viajar

Chegou a noite e me pegou cantando
Num bailão lá no norte do Paraná
Daí pra frente ninguém mais se espanta
E o resto da noitada eu não posso contar

Anoiteceu e eu voltei pra casa
O dia foi longo e o sol foi descansar

Amanheceu, peguei a viola
Botei na sacola e fui viajar
Amanheceu, peguei a viola
Botei na sacola e fui viajar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: