Deixa a Gente Quieto (part. Henrique e Juliano) João Bosco e Vinícius

Deixa a Gente Quieto (part. Henrique e Juliano)

João Bosco e Vinícius

Quem falou
Que querer não é poder?
Eu te quero, e você pode
Fazer de mim o que quiser

Quem falou
Que dois corpos não ocupam
O mesmo espaço, nunca viu
Nem de perto o nosso abraço

Quer saber? Que se dane esse povo todo
Nosso amor não precisa de plateia
Do nosso jeito torto, fica tudo certo
Ô povo curioso, deixa a gente quieto, uôô

Fazer o quê, se até as nossas brigas são perfeitas?
O que a gente sente tá acima de qualquer suspeita
Se a gente tá bem, não deve pra ninguém
Deixa nós, respeita

Se até as nossas brigas são perfeitas
O que a gente sente tá acima de qualquer suspeita
Se a gente tá bem, não deve pra ninguém
Deixa nós, respeita

Respeita!

Quer saber? Que se dane esse povo todo
Nosso amor não precisa de plateia
Do nosso jeito torto, fica tudo certo
Ô povo curioso, deixa a gente quieto, uôô

Fazer o quê, se até as nossas brigas são perfeitas?
O que a gente sente tá acima de qualquer suspeita
Se a gente tá bem, não deve pra ninguém
Deixa nós, respeita

Se até as nossas brigas são perfeitas
O que a gente sente tá acima de qualquer suspeita
Se a gente tá bem, não deve pra ninguém
Deixa nós, respeita

Se até as nossas brigas são perfeitas
O que a gente sente tá acima de qualquer suspeita
Se a gente tá bem, não deve pra ninguém
Deixa nós, respeita

Se a gente tá bem, não deve pra ninguém
Deixa nós, respeita

Mais Letras e Vídeos

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: