Mesmo Sem Estar (part. Sandy) – Luan Santana

Mesmo Sem Estar (part. Sandy)

Luan Santana

Eu tô na preguiça que sempre te dá
Quando olha no relógio e já passou das seis
Eu tô na playlist do teu celular
Escondido na história da música três

Tô no teu reflexo no espelho, no teu travesseiro
Sonho, pesadelo
E quando acordar, eu tô aí
Mesmo sem estar

Tô naquela fome louca de manhã
Na vontade de comer besteira no café
Tô naquela blusa que eu sei que é azul
Só pra me irritar, insiste em dizer que não é

Tô na solidão do elevador
No teu cobertor, no filme de amor
Seja onde for, eu tô aí
Mesmo sem estar

Uh, uh, uh, uh, uh
Saiba que eu sempre tô aí
Uh, uh, uh, uh, uh
Saiba que eu sempre tô aí
Uh, uh, uh, uh, uh
Mesmo sem estar

Que tal apostar
A gente não se fala mais por um mês
Você vai ver que o tempo não muda nada, nada
Nada, nada
Eu tô aí
Mesmo sem estar

Eu tô na preguiça que sempre te dá
Quando olha no relógio e já passou das seis
Eu tô na playlist do teu celular
Escondido na história da música três

No teu reflexo no espelho, no teu travesseiro
Sonho e pesadelo
E quando acordar, eu tô aí
Mesmo sem estar

Tô naquela fome louca de manhã
Na vontade de comer besteira no café
Tô naquela blusa que eu sei que é azul
Só pra me irritar, insiste em dizer que não é

Tô na solidão do elevador
No teu cobertor, no filme de amor
Seja onde for, eu tô aí
Mesmo sem estar

Uh, uh, uh, uh, uh
Saiba que eu sempre tô aí
Uh, uh, uh, uh, uh
Saiba que eu sempre tô aí
Uh, uh, uh, uh, uh
Mesmo sem estar

Que tal apostar
A gente não se fala mais por um mês
Você vai ver que o tempo não muda nada, nada
Nada, nada
Eu tô aí
Mesmo sem estar

Que tal apostar
A gente não se fala mais por um mês
Você vai ver que o tempo não muda nada (nada), nada
Eu tô aí
Mesmo sem estar

Mais Letras e Vídeos

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: