Do Mundo Nada Se Leva Milionário e Marciano

Do Mundo Nada Se Leva

Milionário e Marciano

Quando estou viajando
Cruzando campos e serras
O meu coração se alegra se passo por minha terra

O rincão é mais florido
A natureza é mais bela
Gosto de minha querência
Por ser risonha e florida
Onde vivi criança, a minha infância querida
Não sai da minha lembrança
Aquela gente amiga

Vamos sorrir e cantar
Quem está triste, se alegra
A nossa vida é curta
Do mundo nada se leva

Vida triste ou vida alegre
A vida do cancioneiro
Sorrindo ás vezes com mágoa
Cantando com desespero
Bebendo de todas as águas
Por esse chão brasileiro
Sendo triste ou sendo alegre
Eu adoro a minha lida
Cantando, te conheci
A minha prenda querida
Viverá sempre comigo
O resto da minha vida

Mais Letras e Vídeos

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: