Nova fase da Operação Lava-Jato mira pessoas ligadas a senadores

Agentes da PF (Polícia Federal) cumprem, na manhã desta terça-feira (21), mandados de busca e apreensão da Operação Lava-Jato, autorizados pelo STF (Supremo Tribunal Federal), em Pernambuco, Alagoas, Brasília, Bahia e Rio de Janeiro.

Os alvos da ação são pessoas ligadas aos senadores Renan Calheiros (PMDB-AL), Eunício Oliveira (PMDB-CE), Valdir Raupp (PDMB-RO) e Humberto Costa (PT-PE). Os parlamentares não são alvo de mandados.

Acompanhados pelo MPF (Ministério Público Federal), os policiais cumprem um dos mandados de busca e apreensão no edifício Maria Beatriz, na avenida Boa Viagem, na Zona Sul de Recife. De acordo com a PF de Pernambuco, os documentos e materiais apreendidos estão sendo encaminhados para a sede do órgão, no Cais do Apolo, na região central de Recife, de onde serão remetidos para Brasília. A PF apontou ainda que as investigações seguem em segredo de justiça.

Em agosto de 2016, foram cumpridos no Recife um mandado de busca e apreensão e um de condução coercitiva dentro da 33ª fase da Operação Lava-Jato. O alvo dessa fase era a construtora Queiroz Galvão. Além de Pernambuco, a 33ª fase teve ações em São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Goiás e Minas Gerais. O ex-presidente da construtora Ildefonso Colares Filho e o ex-diretor Othon Zanoide de Moraes Filho foram presos preventivamente no Rio de Janeiro. (AG)

Mais Letras e Vídeos

Deixe uma resposta