Polícia Federal flagra intermediários de políticos recebendo propina de diretor da JBS

Em um café de um shopping luxuoso de São Paulo, o deputado Rodrigo Rocha Loures, apontado como intermediário de Michel Temer, é flagrado em um encontro com o diretor da JBS, Ricardo Saud. O deputado aceitou a primeira parcela de um negócio de 480 milhões de reais, que deveriam ser pagos em 20 anos. A imagens mostram também uma situação envolvendo Aécio Neves. Dessa vez, Ricardo Saud, se encontrou com o primo do senador, Frederico Medeiros, na sede da JBS. Essa foi a primeira vez, desde o início da Operação Lava Jato que, para conseguir um flagrante, tudo foi combinado com os policiais.

Mais Letras e Vídeos

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: